Fisioterapia

O tratamento fisioterapêutico no pós-operatório atuará prevenindo e tratando as alterações deixadas pela cirurgia, possibilitando uma recuperação mais rápida, permitindo que o paciente se sinta confortável e evitando períodos longos de limitações.

Todo tecido (pele, muscular, nervoso, etc…) submetido a uma cirurgia sofre algum tipo de lesão. Esta lesão precisa ser restaurada. Este processo recebe o nome de reparação tecidual e ocorre imediatamente após a agressão tecidual. Neste processo encontram-se alterações como edema (inchaço), equimoses (manchas roxas) e formação de tecido cicatricial (fibrose). Estas alterações são tratadas fisioterapicamente, uma vez que trazem disfunções para pos tecidos em questão.

A fisioterapia dispõe de diversos recursos para prevenção e tratamento de todas as intercorrências do processo de inflamação e de reparação tecidual.

Drenagem linfática

É utilizada para acelerar a absorção do edema, hematomas e remover as toxinas do corpo. É extremamente importante para um bom resultado da cirurgia plástica. Deve-se lembrar que o edema persistirá durante todo o processo de reparo, pois durante o processo de reparação, a permeabilidade capilar está aumentada.

Duração: de 50 min. a 1 hora.

Termoterapia

O calor é um recurso usado para aumentar a extensibilidade do tecido cicatricial. Ajuda também a estimular o metabolismo celular, levando as pacientes a diminuírem medidas, indicado nos casos que as mesmas necessitem diminuir sobrepeso.

Duração: 30 minutos.

Ultra-som

Equipamento que emite ondas sonoras (vibrações mecânicas).Tem ação analgésica, antiinflamatória e antiedematosa, auxiliando na fragmentação de fibroses acumuladas no tecido conjuntivo dérmico (micromassagem celular).

Duração: 24 minutos.

Endermologia

Aparelho que combina massagem mecânica com vácuo, promovendo desorganização das células adiposas, desfibrose do tecido conjuntivo e melhora do retorno linfático e venoso. É muito importante no pós-operatórios, principalmente nos de lipoaspiração para evitar a formação de fibrose e acelerar a recuperação.

Duração: de 25 a minutos.

Quando iniciar as sessões do tratamento?

Deve iniciar no dia seguinte a cirurgia, com o objetivo de diminuir o edema e prevenir formação de fibroses.

Assim que a profissional considerar necessário; pode ser a partir do 1º dia de pós-operatório ou quando iniciar formação de fibroses.

Deve iniciar a partir do 25º dia de cirurgia, se for necessário.

Caso seja necessário, inicia-se a partir do 25º dia de pós-operatório.

Quantas sessões normalmente são necessárias?

A quantidade média de sessões vai depender do tipo de cirurgia plástica

Lipoaspiração

  • 15 a 20 sessões de drenagem associada ao ultra-som;

  • Posteriormente, 10 sessões de endermologia.

Abdominoplastia

  • 20 a 30 sessões de drenagem

  • 10 a 20 sessões de ultra-som e

  • 10 a 15 de endermologia.

Prótese de Mama ou glútea

  • 10 a 15 sessões de drenagem.

Blefaroplastia

  • 0 a 15 sessões de drenagem.

Lifting facial

  • 10 a 20 sessões de drenagem e em alguns casos associada à endermologia.

NOVIDADES


A radiofrequência é utilizada para estimular o colágeno, além de aumentar o metabolismo celular, sendo indicado para tratamento de rugas, combate à flacidez e tratamento de celulite, por exemplo.  É um tratamento ideal para você que procura um procedimento rápido e efetivo, sem muitos danos colaterais para redução de gordura.

RADIOFREQUÊNCIA


A carboxiterapia é indicada para o tratamento de Estrias, Celulite, Flacidez, Gordura Localizada e Olheiras. Este procedimento é realizado através da infusão de gás carbônico em diferentes camadas da pele, promovendo uma melhor oxigenação, uma melhor circulação sanguínea e o estímulo do metabolismo celular sem agredir o organismo.

CARBOXITERAPIA

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

     Mande uma mensagem que iremos lhe responder:

© Desenvolvido por Levant Multimídia e Tecnologia

Dom Romualdo de Seixas, 963
Belém - PA

(91) 3349-4459 | 99991-2293
WhatsApp para atendimento: 98407-0244